Blog

Hiperplasia prostática afeta metade dos homens acima de 50 anos

Hiperplasia prostática afeta metade dos homens acima de 50 anos

A próstata tem uma importância muito grande na qualidade de vida do homem, apresentando uma relação direta com o envelhecimento, presença de hormônios sexuais e genética. E a hiperplasia prostática benigna (HPB) é uma condição que tem maiores chances de aparecer à medida que o homem vai ficando mais velho.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, cerca de 50% dos homens acima de 50 anos vão apresentar um quadro de HPB.

Porém, nem todos os pacientes apresentam os sintomas clínicos. Os dados mostram que apenas 70% dos homens com o problema vai sentir os sintomas da HPB e aproximadamente 50% deles vão precisar passar por um tipo de tratamento no decorrer de sua vida.

 

Entendendo o problema

A hiperplasia prostática benigna é o crescimento da próstata que, em alguns casos, pressiona a uretra, comprometendo a micção masculina. Com isso, o homem tem uma sensação de bexiga cheia, que se alia a uma vontade contínua de urinar e a um jato miccional fraco.

A sintomatologia mais frequente é a noctúria ( aumento de frequência miccional à noite).

 

Tratamentos disponíveis

Atualmente, existe uma variedade de tratamentos disponíveis, que vão desde mudanças nos hábitos de vida até procedimentos cirúrgicos invasivos. A escolha do tratamento ideal é feita pelo urologista, levando em consideração as particularidades de cada caso.

O uso de medicamentos também deve ser considerado. Eles podem ajudar no relaxamento da bexiga para que ocorra a saída da urina, na redução da próstata e na inibição das contrações exageradas da bexiga. A escolha da medicação vai depender de alguns fatores. Em alguns casos, pode ser necessário o uso de mais de um remédio.

Os procedimentos cirúrgicos também estão cada vez mais avançados e podem ser realizados por via endoscópica (pela uretra) ou aberta.

HPB não é câncer

Estamos chegando próximo ao novembro azul, mês em que compartilhamos ainda mais informações sobre o câncer de próstata. Apesar de ser um tumor que também atinge essa glândula masculina, a hiperplasia não é um tipo de câncer e é uma doença benigna.

Além disso, os casos de HPB não estão relacionados com um aumento de chances do homem em desenvolver um câncer na próstata. As duas doenças não possuem relação e o crescimento da próstata na hiperplasia é benigno.